Defensoria Pública do RN conhece programa RN+Vacina

imprensa - quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) participou nesta quinta-feira (14) da apresentação do RN + Vacina, um programa que vai monitorar todo o processo de vacinação contra a Covid-19 no RIo Grande do Norte. A instituição foi representada pelo Defensor Público-Geral do RN, Marcus Vinicius Soares Alves, e pela coordenadora do Núcleo de Tutela Coletiva da DPE/RN, a defensora pública Cláudia Carvalho Queiroz.A iniciativa segue o modelo do Regula RN, programa que permite acompanhar a ocupação de leitos de assistência aos infectados pelo novo coronavírus em tempo real pela internet.

"O novo programa, o RN + Vacina, é mais uma parceria exitosa do governo com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN. Criamos um sistema pioneiro e inovador em nível nacional. Um sistema que traz transparência e seriedade no acompanhamento de todo o percurso da vacina - da chegada ao estado até a aplicação junto ao cidadão nos municípios. O RN está pronto para a vacinação.  Temos feito nossa parte, temos seringas e agulhas, estamos capacitando vacinadores, instalamos redes de frio e estamos orientando e apoiando os municípios para que tenhamos transparência, equidade e responsabilidade em nosso estado. A data do nosso calendário é a seguinte: chegando a vacina iniciaremos em 72 horas", voltou a declarar.

O RN + Vacina vai permitir um processo simples, transparente e inteligente, segundo o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim. Pesquisador do LAIS, Fernando Lucas de Oliveira disse que o novo programa também vai melhorar a atuação de quem estará nas salas de vacina e da gestão da saúde pública, por que simplifica o acompanhamento da aplicação das doses e o controle em tempo real. "O gestor público poderá acompanhar o índice de vacinação em cada sala e corrigir possíveis dificuldades", afirmou, acrescentando que outra vantagem será identificar quantas doses estão nas centrais e nas salas de vacinação, quantas foram aplicadas, quantas perdidas e corrigir alguma distorção".

O cidadão poderá acessar o RN + Vacina, inclusive pelo celular, mediante rápido cadastro. O programa também vai disponibilizar o acesso a informações sobre vacinas e um cartão virtual de vacinação.  "É bom para o cidadão e para a gestão pública na execução das políticas públicas de saúde", avaliou.

O Defensor Público-Geral do RN parabenizou a gestão pela iniciativa. "O RN + Vacina dará segurança, transparência e credibilidade ao estado", registrou o gestor. Assim como defende a governadora Fátima Bezerra, o defensor destacou a importância de incluir a categoria dos educadores nos grupos prioritários. A coordenadora do Núcleo de Tutela Coletiva da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, a defensora pública Cláudia Carvalho Queiroz, também participou da apresentação e pode conhecer em detalhes como será feito o trabalho pelo estado para garantir a imunização da população em meio a pandemia.